O pior natal dos últimos anos para o comércio. E agora?

image

Vários sites noticiaram que este foi um dos piores Natais dos últimos anos. (Vide: Veja, Estadão, Ig). O que me leva a refletir sobre duas situações: a primeira, é claro, a nossa economia. Vivemos num país com alta carga tributária. Infelizmente praticamente metade do valor de um item é de impostos, o que acaba encarecendo-o muito. (Segundo a veja, são duas as principais razões pela queda nas compras de final de ano: o maior endividamento das famílias, pela menor disponibilidade de crédito e pela alta de inflação.) Segundo: as pessoas, com medo do endividamento, acabaram optando por comprar apenas “uma lembrancinha” neste natal, lembrando que no começo do ano já temos os impostos básicos de IPTU e IPVA, bem como os pais começam as compras referentes à escola dos filhos.

Confesso que muito me assusta a situação econômica que estamos vivendo. Dias desses foi noticiado o aumento do IOF, ou seja, o governo quer porque quer criar barreiras para que não compremos em outros países e, consequentemente estimular a economia do país. Porém, com os impostos altíssimos fica difícil estimular o brasileiro a comprar mais. O aumento do salário mínimo foi ínfimo. Se o salário aumentasse e o restante (alimentação, gasolina) se mantivesse estável quem sabe. Ontem mesmo já vi uma notificação no ônibus que faço uso, do aumento da tarifa de R$4,15 para R$4,40. Ou seja, o salário aumenta mas tudo também aumenta, então, é como se nada tivesse realmente mudado. Só piorado, na verdade.

Esses dias fui ao supermercado com a minha mãe. Fazemos compra de coisas de cada que dura cerca de 2 meses (já propus a minha mãe que, para esse ano, passemos a comprar apenas quando determinado item estiver esgotado em casa) e praticamente não compramos nada supérfluo, fora que carne e frutas/legumes/verduras não compramos em supermercado. Gente, nossa conta ficou absurda. Aí ainda conversei com a minha mãe e questionei: uma pessoa que tem um salário e ainda precisa pagar aluguel, luz, água não vive, sobrevive. E é muito, muito triste ver que grande parte da população vive assim. Com a quantidade de impostos que pagamos, deveríamos ter o mínimo de dignidade pra viver: uma saúde decente que não nos obrigasse a fazer planos de saúde,e, consequentemente nos possibilitasse poupar uma determinada quantidade de dinheiro pra fazer outras coisas, uma educação de qualidade onde os professores fossem valorizados pela responsabilidade que tem em formar pessoas, um transporte que realmente funcionasse e que não tornasse a vida das grandes cidades um caos… Enfim, é algo tão complexo que parece que aquele ditado que “quanto mais mexe, mais fede”.

Se nossos governantes de fato pensassem no bem geral (bendito será o dia em que os deputados e afins trabalharão sem remuneração) e não apenas em seu próprio benefício, se buscassem uma melhoria pra toda a nossa nação e não apenas o benefício próprio, viveríamos uma situação econômica muito melhor. Com a copa chegando nem quero ver o que nos aguarda. Nosso país não tem estrutura nem pra assistir nossa população quanto mais para trazer um evento de grande porte. Se nossos governantes realmente estivessem preocupados com a população nem entrariam nesse sorteio para ver quem iria sediar a copa, ou então, se sorteados, teriam a humildade de reconhecer que precisamos de ANO LUZ de melhoria em diversos setores antes de pensar em sediar um evento de tamanha proporção.

O governo continua estimulando as pessoas a viverem às suas custas. Sei de pessoas que preferem ganhar um bolsa família de R$70,00 do que trabalhar e ganhar um salário mínimo! O que a gente faz com R$70? É vergonhoso escrever isso, mas é a realidade, sem contar o estimulo às compras onde existe a opção de parcelar num carnê em 500 prestações e a cada mês é uma prestação nova. As pessoas compram sem ter necessidade e a coisa vira uma bola de neve… É desanimador. Espero, mesmo, que as pessoas comecem a acordar dessa ilusão de que está tudo bem. Claro que nosso país está crescendo, mas embora cresça em alguns aspectos parece regredir em outros. 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s