Para refletir: Pedras ao mar

Certa vez um homem caminhava à beira do mar, era noite e a lua estava cheia. Ele, porém, só conseguia se concentrar em suas insatisfações e pensava: “Ah! Se eu tivesse um carro novo, aí sim, seria feliz! Se tivesse uma casa melhor, seria feliz! Se tivesse um emprego excelente com um bom salário,  seria feliz! Se encontrasse a mulher ideal, seria feliz!" E, distraído com seus pensamentos, acabou tropeçando em uma caixinha cheia de pedras.

Ele foi jogando, uma a uma, as pedrinhas no mar a cada vez que dizia: "Eu seria mais feliz se tivesse…”. Por fim, só restou uma pedra na caixa. Resolveu guardá-la.

Quando chgou em casa, percebeu que se tratava de um diamante preciosíssimo. Ele simplesmente jogara fora ao mar inúmeros deles sem sequer parar para pensar.

Assim fazem as pessoas que jogam fora os dias de sua vida em busca de ilusões. Infelizes por não possuir aquilo que julgam perfeito e que pensam ser a causa de sua realização, desejam o que não tem e não valorizam o que Deus lhes deu. Se levantasse, os olhos para o céu… se ao menos olhassem à sua volta e observassem, perceberiam que estão cercadas de tesouros e que muito perto está a felicidade.

Cada dia vivido é um tesouro incalculável, valioso, insubstituível. Só você pode aproveitá-lo ou lança-lo ao mar.

Do livro “Vencendo aflições – alcançando milagres”

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s