Coluna da Maiara: Um lugar chamado limbo

Estava pensando sobre o que escrever e aí percebi que estava um pouco vazia de ideias, pensamentos e até sentimentos, sabe quando está tudo meio inerte?

Me lembrei de um texto que li faz algum tempo, em algum blog que infelizmente não me recordo. O texto falava sobre o limbo, aquele lugar em que nós ficamos depois de viver algo muito intenso, lá não é muito movimentado e há até uma certa segurança, mas o lado ruim do limbo é o tédio, a apatia.

Segundo o significado de alguns dicionários, limbo é a beira, a margem, a parte externa de alguma coisa. Limbo também tem o sentido figurado que corresponde ao que é deixado sem valor ou esquecido. De acordo com a crença cristã, o limbo é o local entre o céu e o inferno, sem as agitações dos dois. Como eu não sou religiosa prefiro não entrar nessas questões, foi só pra ilustrar o que estar no limbo representa.

Estar no limbo é ficar no meio do que é muito bom e do que é muito ruim. Em alguns momentos a gente pode se sentir assim, né?! Pelo menos eu não só acho que sim, como me sinto nesse lugar: na terra onde nada acontece e a gente fica meio “sei lá”.

Não acho que se manter ansioso por coisas futuras seja o melhor caminho, afinal, a vida nem sempre vai pelos rumos que a gente deseja ou na velocidade que a gente quer, mas também não é bom quando você percebe o “nada”, o vazio que dentro de você que vai se projetando em todos os cantos.

Ninguém quer passar por situações ruins, por outro lado, elas só acontecem porque a gente está no exercício de viver, onde não passar por nenhuma situação é mais chato ainda.

Talvez só falte um impulso para sair da beirada e mergulhar, talvez seja hora de sair desse quartinho silencioso. Enquanto eu permaneço aqui, uma música que diz muito desse lugar: “socorro, não estou sentindo nada, nem medo, nem calor, nem fogo. Não vai dar mais pra chorar, nem pra rir. (…) Socorro, alguém que me dê um coração, que esse já não bate nem apanha. Por favor, uma emoção pequena, qualquer coisa….!”

E você, já esteve no limbo? Como foi sair de lá? Alguma receita ou uma dica esperta?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s