Coluna da Maiara: Minha semana sem reclamar

 

Como eu já
havia comentado com vocês, pensei em fazer o meu relato sobre uma semana sem
reclamar, baseado no post do Hypeness.

Eu comecei no domingo e finalizei na
sexta-feira:

Dia 1- Domingo: O primeiro dia foi tranquilo, passei com meu
pai e estava tudo harmonioso, não tive nenhum motivo para reclamar e foi fácil
cumprir o objetivo.

Dia 2- Segunda: Começou o meu dilema, tive que ir à São
Paulo logo de manhã e encarar o trem lotado, foi um grande desafio não
reclamar, mas coloquei os fones de ouvido e coloquei uma música animada para
não falhar. Consegui.

Porém, depois que saí do meu compromisso, resolvi passar na
biblioteca, também em São Paulo, para devolver livros que já estavam com a
entrega atrasada, estava fechada. Fiquei com muita raiva e falei alguns
palavrões, já que me desloquei com um monte de peso pra nada. Esqueci o desafio
por alguns minutos e fiquei resmungando mentalmente. Depois, mais calma, segui
meu trajeto até em casa e prossegui sem reclamar.

Dia 3 – Terça: Precisava muito mandar um email importante e
fiquei sem internet em casa e sem 3g, tive que respirar fundo e pensar que isso
não tornava a vida tão ruim e que não era algo sem solução. Liguei para uma
amiga e pedi que ela enviasse o email para mim, deu tudo certo.

Dia 4 – Quarta: Um
pouco irritada pela abstinência de tecnologia, mas consegui pensar em outras
coisas. Foi um dia legal, porque determinei mentalmente que teria um
acontecimento bom e acabou rolando, fiquei animada e nem pensei em reclamar de
nada.

Dia 5- Quinta: Foi um dia leve e a única coisa que pensei em
reclamar foi estar na rua e com fome, mas mudei a direção do pensamento e
agradeci por ter um lar e comida me esperando ao chegar.

Dia 6- Sexta: Um pouco difícil me concentrar em não reclamar,
chateada com algumas coisas eu só queria mostrar minha revolta, mas tentei
mudar o rumo do pensamento… Não foi como deveria, mas um esforço.

Esse foi um resumo da minha semana
sem reclamas, claro que houve muito mais do que o relatado, mas o mais importante
é que fazer esse desafio me fez ver quantas vezes por dia e por quantas coisas
pequenas reclamamos, assim, no modo automático. Foi bom poder repensar,
respirar e reavaliar as situações que me incomodaram. Claro que estou bem longe
de ser uma pessoa que não reclama nunca, mas com certeza já estou menos
“reclamona” do que há uma semana.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s