Coluna da Maiara: Faz diferença, sim.

Aqui no Brasil as pessoas têm a crença de que seus hábitos e
comportamentos não fazem a diferença. Sejam atitudes boas ou não, o brasileiro
sempre acha que é só mais um no meio da multidão.

O trabalhador que cumpre com suas responsabilidades como
cidadão acha que seu voto não faz diferença e não vale a pena cobrar e lutar
pelos seus direitos. Um consumidor que é lesado por um serviço ruim deixa
passar batido porque acha que não valerá a dor de cabeça.

Por outro lado, há aqueles que acreditam que não tem
problema fazer coisas erradas, já que todo mundo faz. Outro dia vi uma senhora
jogando lixo no chão e uma amiga lhe chamou atenção. A senhora disse que não
tinha problema, todo mundo joga lixo no chão e o dela não faria a diferença.
Mas faz! Já pensou se cada habitante da cidade acordar um belo dia e decidir
jogar um papelzinho de bala no chão?!

É como furar fila, um comportamento cada vez mais comum em
grandes cidades como São Paulo. A gente fica horas esperando para ver uma exposição,
por exemplo, e quando estamos quase chegando à entrada, vem uma galerinha
“esperta” e se junta aos amigos que já estavam na fila, passando na frente de
todos, sem pensar no desrespeito desta atitude. Quem estava na fila fica quieto
porque acha que reclamar só vai causar confusão e de nada adiantará.

Achar que não se faz a diferença pode ser um meio de se
manter na zona de conforto e evitar novas práticas que de fato possam trazer
resultados diferentes do que já se está acostumado. Além disso, muita gente usa
esse argumento para justificar suas más condutas perante o todo, acreditando
que “um mais, um menos, tanto faz”.

Mas nós não moramos isolados numa ilha, vivemos em sociedade
e tudo aquilo que fazemos por nós acaba interferindo de maneira global: o lixo
que produzimos, os impostos que sonegamos, a ajuda que negamos. Felizmente
nossos bons gestos também se expandem para além de nós mesmos: a água que
economizamos, o lixo que reciclamos, os direitos que reivindicamos.

Somos seres vivos e nosso simples ato de respirar faz a
diferença enquanto moradores desse planeta. Cabe cada um escolher se quer
acreditar que não tem diferença ou decidir ser e fazer a diferença!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s