O problema do mundo é o egoísmo

image

 

O egoísmo é o principal problema do mundo. Nos encontramos
nessa situação, em uma crise social, econômica e espiritual porque as pessoas
costumam olhar muito mais para suas necessidades do que para o todo. A questão
ambiental que há tantos anos é abordada em salas de aula continua caminhando a
passos muito lentos porque as pessoas responsabilizam o governo e esquecem-se
de fazer a sua parte:

– Todo mundo reclama da falta d’água, mas ninguém quer
deixar de comer carne, afinal, EU acho uma delícia.

– Todo mundo reclama da quantidade de lixo e da poluição, mas
continua pegando um monte de sacolinha de plástico, mesmo sabendo que elas
continuarão no planeta por pelo menos 100 anos, afinal, são práticas para o MEU
dia a dia.

– Todo mundo continua comprando naquela lojinha fast fashion
baratinha, mesmo sabendo que o fato de uma blusinha custar R$10,00 não paga mão
de obra, impostos e matéria prima, mas não tem problema, o que importa é EU
estar na moda.

Nadar contra a maré é dificílimo. Dá trabalho. Requer
esforço. Mas mais do que nunca tem sido necessária uma mudança de mentalidade e
um pensamento de coletividade. Se quisermos que as coisas melhorem, precisamos
fazer a nossa parte ao invés de esperar que o problema seja resolvido pelos
nossos governantes. As pessoas culpam as outras e gastam uma energia em
reclamação que poderia ser convertida em ações concretas para uma melhoria da sociedade.
Enquanto continuarmos com o pensamento individual ao invés do coletivo, nossa
crise se estenderá. Crises são oportunidades de mudança e melhoria e devemos agarrar
essa oportunidade com unhas e dentes para fazer do mundo um lugar melhor.

“Tá, mas o que eu posso fazer?” MUITO, meu caro leitor.
MUITO. Pode começar com pequenos passos:

– Contribuir para gerar menos impacto ambiental (lá no Um
Ano Sem Lixo
vocês encontram muitas coisas possíveis de se fazer);

– Pesquisar sobre lojas que agem de forma ética na sua
produção/comercialização e valorizar mais a produção artesanal. Como o valor desse trabalho é mais alto, vale a pena aproveitar disso pra repensar sobre a
nossa real necessidade de compra;


Pequenas gentilezas diárias como ceder lugar no ônibus, ajudar o colega de
trabalho que precisa, fazer o possível pra viver de forma mais harmônica com as
pessoas e a natureza, ser mais paciente com as crianças e pessoas mais velhas,
ser grato por tudo o que tem, focar nas coisas positivas ao invés de promover
coisas ruins.

É um fato que estamos em crise, mas é um fato também de que não
adianta responsabilizar o outro e não agir pra melhorar também. A frase da Madre
Tereza de Calcutá “Por
vezes sentimos que aquilo que fazemos não é senão uma gota de água no mar. Mas
o mar seria menor se lhe faltasse uma gota”
é a perfeita expressão da
necessidade da nossa colaboração pra tornar o mundo melhor. Só é preciso um pouquinho
de boa vontade!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s