Permitir

Tive uma experiência muito legal no último final de semana.
Um amigo me convidou pra conhecer a “Pedra do Navio”, um ponto turístico aqui da nossa região! Topei. O caminho que fizemos não
era conhecido por ele (por mim, muito menos! Rs…), mas resolvemos segui-lo
mesmo assim, pedindo informação sempre que preciso.

Estávamos em dúvida quanto a uma estrada a seguir, vimos que
havia uma casa com pessoas na varanda e paramos para pedir informação. O papo
rendeu, entramos na cozinha e a Márcia já estava preparando o almoço, era cerca
de 10:00hs da manhã (na roça é assim mesmo, acorda cedo, almoça cedo) menos ofereceu um café, que aceitamos de bom grado. Conversamos sobre vários assuntos, inclusive sobre ansiedade,
depressão e síndrome do pânico, coisas que tínhamos vivido e foi um momento
muito legal de partilha!

Acredito que tudo acontece por alguma razão e sei que não
foi por acaso que paramos por ali, que dispensamos o nosso tempo “programado”
pra interagir, pra conversar e especialmente para ouvir. Quando nos despedimos
pra seguir o caminho, combinamos de voltar com mais tempo pra um café e um pão
de queijo. Que troca linda foi essa! Quanto carinho desinteressado. Meu coração
se alegrou imensamente por poder experimentar isso! Quanta coisa boa acontece quando a gente se permite partilhar, sem se preocupar. Quando a gente deixa que a vida se encarregue de nos mostrar o que se deve fazer e qual caminho seguir.

Agradeço.

image
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s