Um chamado da natureza

(Cachoeira dos Quintilhanos, Congonhal/MG)

Viver uma vida mais lenta nos permite sentir mais e ouvir mais do que a nossa intuição diz. A resposta está sempre dentro de nós mesmas, só precisamos silenciar a mente e permitir que tudo o que já É em nós flua e se manifeste.

Existe um chamado para a natureza, para que nos reconectemos. É incrível o quanto ela nos ensina: as plantas nos curam; as estações nos dizem sobre a vida: há o tempo de reclusão, de maturação e de gozo; descansamos sob as sombras e nos alimentamos dos frutos das árvores; respiramos o ar por elas purificado; bebemos a água, sentimos o vento, saudamos o sol. A natureza é a nossa grande mestra.

É impossível não silenciar a mente quando estamos conectados com a natureza. Não existem problemas, nem pensamento acelerado quando estabelecemos essa conexão. Só sentimento. Tudo É, sem tempo, sem pressa, e esse é o grande aprendizado: nossa vida precisa simplesmente SER. Pra quê preocupação com passado e futuro? Só temos o AGORA. Pra que acumulo de bens? Basta o necessário. E o aprendizado segue.

Permita-se.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s