Há tempo de plantar e tempo de colher…

Cada dia mais acredito na lei do retorno. Tudo o que plantamos precisa ser colhido em algum momento da nossa vida e, portanto, é preciso muita atenção para a nossa semeadura.

Quando se fala sobre essa lei que governa o universo, muitas pessoas relacionam o assunto com vingança, com desejar que o outro, de alguma maneira se dê mal por agir de forma “ruim” ou por visar seu próprio benefício, prejudicando outras pessoas. Não. A realidade é que a vida é uma espécie de bumerangue: a gente joga e, mais cedo ou mais tarde ele volta pra gente, pois só atraímos aquilo que emitimos.

Precisamos estar atentos quanto às coisas que estamos enviando ao universo. Qualquer ação, por menor que seja, tem uma reação. Tudo o que se faz e que de alguma maneira possa prejudicar outras pessoas, que seja a favor de interesses pessoais, será cobrada. Assim como todas as ações que fazemos em prol dos outros, do bem estar de TODOS, também a nós retornam. Porém é preciso também atentar-se para o altruísmo realizado visando reconhecimento (ainda que seja bom, afinal, ajuda pessoas). Esse é o altruísmo egoico. O verdadeiro gesto de amor para com todos é livre de expectativas e recompensas.

Se no momento em que nos encontramos não estamos satisfeitos de alguma maneira, certamente é resultado do nosso plantio. Hoje, conscientes, podemos plantar sementes boas, que certamente nos resultarão em bons frutos. O “vigiai e orai” nada mais é do que atentarmo-nos aos nossos atos para que possamos manter sempre em conexão com o bem.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s