Viver mais devagar

DSC_3802

Trindade, agosto de 2016

Já tem um tempo que tenho sentido uma certa necessidade de diminuir o ritmo da vida. Tanto é que há três anos um problema de saúde me fez parar pra repensar a forma como eu estava vivendo, quais eram meus valores e propósitos. Acredito que quando não estamos atentos e precisamos reduzir o ritmo, a vida dá um jeito de fazer isso por nós, geralmente parando o nosso físico: uma lesão, uma doença.. qualquer coisa que nos faça parar de imediato.

Na semana passada Marcelo entrou de férias e acabamos decidindo visitar Trindade, no Rio de Janeiro. Nunca tinha visitado o estado e fiquei apaixonada por esse vilarejo que é uma espécie de “bairro” de Paraty. Lá meu telefone não funcionava pra fazer ligações e o sinal de internet era bem ruim, o que me permitiu me desconectar bastante e curtir plenamente o momento. Tanto o fiz que levei minha câmera maior (de trabalho) e só fotografei um dia. Passei horas olhando pro mar, só vendo as ondas irem e virem. Isso foi muito bom pra mim… me fez pensar sobre muitas coisas, me fez esquecer de tudo e estar ali, com plena consciência. Quase que não volto embora! Rs… Me apaixonei demais por aquele lugar lindo, pela combinação de mar, montanhas, trilhas… Moraria lá facilmente.

Sinto que preciso me desconectar mais do mundo virtual e que sou bastante dependente dele… Porém, utilizo as redes sociais pra divulgar meu trabalho de fotografia, pra me conectar com pessoas que tenham os mesmo ideias, pra aprender… Só não estou sabendo como equilibrar isso. Depois que sai do trabalho fixo ainda não consegui estabelecer uma rotina que me permita organizar melhor meu tempo. Ainda bagunço muito as coisas. Mas ao mesmo tempo em que me cobro entendo também que é preciso um certo tempo para assimilar as mudanças que a vida me proporcionou.

Agora eu venho pedir uma dica pra vocês: como vocês se organizam? Como reduzir o ritmo? Como planejar as atividades e estabelecer metas/limites/projetos? Juro que estou me sentindo perdida pra caramba.

Anúncios

17 comentários sobre “Viver mais devagar

  1. Jaci disse:

    Oi Bruna, tudo bem? Esses seus questionamentos também são meus e diários e é esse um dos motivos pelo qual eu adoro seu blog. Não sou nem de longe expert nessa coisa de administrar tempo, mas tenho buscado isso cada vez mais, mas sem me dar paranoia porque senao me torno prisioneira de qualquer jeito. Tenho utilizado planilhas financeiras o que meu deu uma sensação de equilibrio na minha parte financeira que é algo que nos compromete bastante, não que eu esteja em azul, mas a ideia de saber o que está acontecendo com o meu dinheiro, já não me deixa tão perdida. Na administração do meu tempo, venho adotando recentemente também uma planilha, que de uma certa forma tem me ajudado, nem sempre realizo tudo e ai relaxo mas não deixo a peteca cair…rs e continuo fazendo a proposta do outro dia. Em relação a planos quando mais nova fiz muito e a vida fez outros, ai parei de fazer porque achava que nao adiantava, mas percebi que viver sem metas nos deixa perdidos, agora adotei metas pequenas e sem a pretensão de realiza-las a todo custo, se der otimo, se nao der refaço. Em relação a reduzir ritmos, nesse quesito sou profissional…kkkk amooooooo um ócio, quase beirando a preguiça, então tenho que me vigiar pra não ficar de boa o tempo todo, mas tenho pensado em daqui a dois anos trabalhar mais perto de casa, porque gastar muitas horas no trabalho e ainda no transito é algo desumano, eu acho…..bom, é isso, acho que falei muito..kkkkk beijão

    Curtir

    • Bruna disse:

      Jaci, valeu pela sua visita! Fico feliz em saber que você gosta do blog! Então, no quesito financeiro vou comecar a fazer uma planilha dos meus gastos que estão pura desorganização! 😦 Penso exatamente como você: se a gente fica muito bitolado em organização ai o que era pra ajudar atrapalha. Quero algo que seja flexivel e que não exija mta complicação nem detalhamento. Hoje comecei a fazer uma listinha no papel das atividades que preciso fazer… acho que vou me dar bem com isso! Vou ver se descolo um caderninho pra ir anotando as coisas do dia… Eu reduzi mto o ritmo, ainda mais agora que trabalho por conta própria! Obrigada mesmo pela sua partilha e seja sempre bem vinda aqui!

      Curtir

  2. Marcelo Rinaldi disse:

    Dias maravilhosos esses em Trindade! Sabia que você se apaixonaria também! Paraíso! Quanto a sua rotina, preta, creio que devagar você vai se adequando, aliás, você já tem uma, acho que você está se referindo ao tempo “conectada”, certo? Não gasto muito tempo com isso, mas creio que deve funcionar como outra atividade qualquer, estabeleça um horário no dia pra isso, oras! Como você faz com o passeio com as dinas, Yoga e tudo o mais! Beijos! ;D

    Curtir

    • Bruna disse:

      Má, quero voltar logo pra Trindadeeeeeeeeeeee! Como faz? Vou guardar o dinheiro das fotos pra irmos! Rs… Ate o final do ano teremos que ir de novo! Sim, devagar vou implementando, mas especialmente em me conectar demais no telefone e na internet preciso urgentemente melhorar! 😦

      Beijinho!

      Curtir

  3. Marcela Coelho disse:

    Ai, menina, parece que eu e você somos a mesma pessoa. Sério! Eu leio muito sobre como me organizar e reduzir o ritmo, mas quando vejo já estou perdida de novo sem saber o que fazer. Acho que nos falta atenção para não cair nas armadilhas do tempo perdido. No meu caso, falta foco em outras coisas para que eu tenha mais tempo de qualidade, como por exemplo: dar atenção a um livro unicamente, me dedicar a um exercício físico (uma meta diária mesmo) etc. Eu também percebo que não me organizo e não reduzo o ritmo porque estou sempre tendo ideias demais e ações de menos. Pesquisas demais e ações de menos. As abas do meu navegador só faltam pular na minha cara, hahaha. Na minha cabeça tudo fica montadinho, mas não sai disso. E ela nunca para! Se você conseguir mudar isso, por favor, me socorre com um post detalhadinho, porque olha, tô precisando muito, rs. Sorte e luz pra você, Bruna!

    Curtir

    • Bruna disse:

      Marcela, somos a mesma pessoa. kkk porque eu tambem sou uma pessoa que idealiza mto e faz pouco! Quer dizer, eu melhorei bem mas ainda penso demais e executo de menos! Vivo exatamente assim… parece que eu engreno em fazer uma coisa e quando vejo to perdida de novo! Pra algumas coisas até tenho conseguido manter o foco! Na leitura to um desastre… to empacada num livro lá já tem um tempinho! Eu era dessas que abria umas mil abas ao mesmo tempo mas parei! To tentando fazer uma coisa de cada vez, mas é dificil! Hoje comecei a implementar uma listinha de coisas a fazer no dia, mas no papel! Acho que vai ser melhor, ainda mais por que eu quero desconectar um pouco do telefone! Pode deixar que tendo uma luz eu posto! E se voce tiver me manda dicas que quero demais! Valeu pelo seu comentário e pela visita aqui! Beijão! e sorte pra nós!

      Curtir

  4. ΛKΛ PΛULO (@paulosp71) disse:

    Olá Bruna!

    Também tenho vontade de morar em um lugar bem tranquilo, de preferência mais próximo a natureza (serra). Gosto daquele clima de montanha…

    Ainda não me organizei da forma que eu desejo, mas tenho melhorado em alguns aspectos.

    Para me organizar eu fiz o seguinte:

    a) Criei um “plano de vida” com áreas de foco como família, carreira, desenvolvimento pessoal, lazer e saúde. Em cada área de foco dessas eu estabeleci metas e objetivos a serem conquistados.

    b) Depois eu detalhei cada meta e objetivo com as ações que preciso fazer para conquistar cada uma dessas metas e objetivos.

    Para o dia a dia:

    Para o meu dia a dia eu uso o Evernote, que se tornou a minha biblioteca pessoal, ou seja, guardo artigos pra ler, documentos, imagens, etc. Gosto demais dele!

    Também uso o Todoist para organizar minha agenda de atividades e ações.

    E para compromissos gerais utilizo a agenda do Google.

    Não é nada grandioso, mas já ajudou a me organizar melhor. 😉

    Curtir

    • Bruna disse:

      Oi Paulo! Que legal essa sua forma de organizar as demais áreas da vida. Gostei bastante! No momento estou bastante focada no trabalho de fotografia, que por ser autonomo me exige um pouco mais, mas felizmente tem dado certo! Gostei mto das dicas que voce deu! Eu já instalei o evernote no meu celular, mas não me dei mto bem com ele. To fazendo uma listinha de atividades diárias no papel (comecei hoje, na realidade) mas acho que vai funcionar! Pelo menos hoje deu certo! Obrigada demais pelas suas dicas e seja sempre bem vindo aqui! Beijao!

      Curtir

  5. marianaguedes disse:

    Bruna, seu post me deu deu vontade de conhecer Trindade 🙂

    Acho que se organizar sem ter um horário fixo é bem complicado… senti isso quando me formei e demorei alguns meses pra conseguir trabalhar… Exige muita disciplina. Pra mim o que funciona de uma maneira geral é fazer listas de tarefas: gosto de anotar tudo q tenho que fazer no dia e ir fazendo as coisas de acordo com essa lista. Me dá um prazer fora do normal colocar um tick quando termino uma tarefa hahhahahah Você já experimentou isso?

    Ah, e depois que cancelei o feed de notícias do Facebook também melhorei muito, porque antes perdia tempo demais olhando aquilo… Se for o seu caso, talvez seja uma boa tb! Tem umas extensões do Chrome que bloqueiam o feed e eu ainda uso uma que coloca mensagens motivacionais no lugar hahahahah

    Curtir

    • Bruna disse:

      Mariiii! Que delícia você por aqui! Menina do céu, eu to tão apaixonada por Trindade que se pudesse voltava pra lá hoje mesmo! Eita lugarzinho maravilhoso! Quando tiver oportunidade vá pra lá! Não tenho dúvida de que vai adorar!

      Então, eu comecei a fazer isso exatamente hoje, acredita? Fiz uma lista de coisas pra fazer e to dando um tick lá! Faltam só tres pra verificar tudo! Tô achando que vou ter que voltar a essa coisa de “Moda antiga”, do papel e da agenda. Comprei uma agenda mas eu passo dias sem anotar ou pegar ela… Mas vou fazer isso! Quanto ao feed: tem mta gente que já cancelei a assinatura, mas tem mtas paginas que eu adoro por lá, ai fico com “dó” de cancelar de vez! Rs… Mas valeu demais pelas dicas! Beijão e volte sempre!

      Curtir

  6. Fau Ferreira disse:

    Oi Bruna,

    Faz pouco tempo que acomponha seu blog mas simplesmente adoro os seus textos, a maneira cvomo você escreve. Parabens! Já há algum tempo queria te dar este feedback.

    Aproveitando eu melhorei bastante a minha organização quando eu comecei a acompanhar o blog http://vidaorganizada.com/comece/ Lá a Thais fala de organização em todos os níveis, me ajudou bastante, espero que te ajude também…

    Um abraço,

    Curtir

    • Bruna disse:

      Oi Fau! Muito obrigada pela sua visita e pelo comentário! Fico muito feliz em saber que você gosta das coisas que partilho por aqui… São as minhas experiencias e aprendizados do dia a dia. Vou olhar o site da Thais! Eu acompanhava o blog dela mas parei, não sei por que! Obrigada demais pela dica e seja sempre bem vinda aqui! Beijão!

      Curtir

  7. Rosana disse:

    Bruna,

    Me identifiquei muito com seu post e com muitos comentários. Como a Jaci disse, seus questionamentos também são os meus. A planilha financeira realmente é muito útil, eu utilizo há alguns anos.
    Eu também sou do tipo planejar muito e fazer pouco. E muitas vezes os resultados não aparecem ou não são significativos.
    Para minha própria decepção, me percebo como uma pessoa muito mais teórica do que prática, mesmo tendo muito mais afinidade com tarefas onde se põe realmente a mão na massa do que aquelas nas quais o principal objetivo é administrar.

    O que procuro, muitas vezes sem sucesso, é:
    – ler um livro por vez;
    – abrir uma ou 2 abas no computador por vez; (esse é o que mais consigo)
    – ter foco no que estou fazendo no momento e não pensando no que há para fazer depois.
    – cancelar algumas newsletters. Quero ficar com as realmente relevantes e as outras deixar no “favoritos” para ver ocasionalmente.
    É um começo, mas a caminhada é longa…

    Como você disse, é preciso de tempo para assimilar as mudanças. E também dar um passo de cada vez, mas com os próximos já planejados ou ao menos esboçados.
    Acho que ter uma vida mais simples, com menos coisas ajuda também a liberar espaço mental para o que realmente importa. E, obviamente, o contato com a natureza, que você tem o privilégio de ter.

    Abraços,

    Curtir

    • Bruna disse:

      Oi Rosana! Acho que essas são questões que afetam bastante gente, pelo que temos visto… tambem estou tentando fazer isso: uma coisa de cada vez, desligar a internet no celular… Hoje consegui me concentrar e é fato que o rendimento é muito melhor! Obrigada mesmo pela sua partilha! Beijão!

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s