Somos mulheres de fases

fases-da-lua

Na música Mulher de Fases, os Raimundos cantam: “meu namoro é na folhinha” pra falar sobre as fases que vamos vivenciando durante o mês. E faz muito sentido: realmente somos mulheres de fases, mas não temos o costume de nos auto-observar e verificar o que cada fase vivenciada no ciclo de 28 dias (o nosso ciclo lunar pessoal) reflete nas nossas vidas.

Não é fantástica a nossa conexão com a lua? O ciclo lunar dura cerca de 28 dias e são os chamados movimentos de rotação – o que ela faz sobre seu próprio eixo, e o de revolução – o que ela faz ao redor da terra. São quatro as suas fases: Nova, Crescente, Cheia e Minguante. Em cada uma dessas fases nossas ações e reações se manifestam de uma determinada maneira, relacionadas ao nosso período menstrual, como a imagem mostra.

ciclomensal.jpg

Na lua nova, a primeira fase, como a própria palavra já diz, é um momento de renovação. Se inicia logo quando menstruamos e, consequentemente, não há gravidez. Nosso corpo então está passando por um processo de recomeço, e portanto, nossa energia tende a ficar mais baixa. Na lua crescente, nosso corpo começa a se recompor, as forças aumentam e, biologicamente, é quando há um crescimento nas taxas de estrógeno, o hormônio produzido pelo nosso ovário. É um período de zelo para com aquilo que queremos que se realize nas nossas vidas, quando alimentamos nossos planos e sonhos. Já na lua cheia é quando estamos no nosso ápice que, consequentemente, está relacionado ao nosso período fértil, quando ficamos à flor da pele, animadas, dispostas, enérgicas e vivas! E por último a lua minguante: quando nossa energia começa a reduzir, ficamos mais melancólicas e introspectivas. É o período que antecede o nosso período menstrual, indicando que logo haverá renovação.

Eu nunca havia parado para prestar mais atenção em como meu corpo reage a cada uma essas fases. Quando iniciei essa jornada de autoconhecimento, não imaginei fosse possível me reconectar dessa forma comigo mesma, me conhecer de uma forma mais profunda, ver as faces ocultas que habitam em mim e em que período cada uma delas se revela.

Venho aprendendo a observar cada transformação que meu corpo passa nesse ciclo de 28 dias. Consigo perceber em que momentos estou mais revigorada, disposta, melancólica, introspectiva. Isso é incrível pois me permite melhorar o meu relacionamento comigo mesma e com os outros. E isso só foi possível depois que comecei a reduzir a velocidade da vida, quando parei para me perguntar: “Quem sou eu? O que eu realmente quero”. E assim vem sendo desde que deixei de ouvir o barulho de fora e passei a querer conhecer o barulho mensal que acontece aqui dentro.

Anúncios

6 comentários sobre “Somos mulheres de fases

  1. tainan disse:

    oi, Bruna! que post mais lindo é esse?!
    bacana que você esteja agora nessa conexão com o feminino e que as fases que nós, mulheres, vinvenciamos ao longo do mês e das nossas vidas esteja fazendo mais sentido para você.
    a miranda gray, titã dos ensinamentos do sagrado feminino trata dessas questões com a mesma delicadeza que você.
    ah, e não é lindo como os ciclos da lua também refletem-se nas estações do ano, com primavera, verão, outuno e inverno e, claro, com as fases da vida no geral – desde o nascimento/infância até a velhice? é tão interessante olhar a vida e as coisas que nos cercam com esse óculos, né? a mim sempre parece que tudo se resume à esses pequenos “detalhes” maravilhosos e preciosos e que o segredo de viver está nesses meandros ❤

    Curtir

    • Bruna disse:

      Oi Tainan! Obrigada pela visita! Fico feliz por ter gostado do texto. Nos últimos dois anos, especialmente depois de ter parado com o anticoncepcional justamente para permitir que meu corpo seja natural, que reaja da forma como ele foi feito pra reagir, que comecei a olhar com mais carinho pra mim, pras minhas fases.
      Não conheço a Miranda, mas vou procurá-la, obrigada pela fica!
      Sim, é maravilhoso ver como estamos conectados com a natureza e é assim que as coisas deveriam ser: naturais. A gente se desconectou da natureza, vive uma vida corrida e mal tem tempo pra pensar em si. Invertemos nossos valores e nossas prioridades. Estou fascinada e desejando mto conhecer ainda mais esse universo meu e de todas as mulheres. Aceito indicações de leituras! 🙂

      beijão!

      Curtir

  2. Rosana disse:

    Bruna,

    Muito bom esse post. Eu nunca havia pensado na relação entre ciclo menstrual e fases lunares.
    Gostei das suas observações nesse sentido.

    Resumi assim:
    Lua nova = renovação
    Lua crescente = zelo com os objetivos
    Lua cheia = ânimo, energia, disposição
    Lua minguante = introspecção e melancolia
    Está correto?

    Vou anotar na minha agenda essas palavras-chave para acompanhar melhor os ciclos e me conhecer melhor nesse sentido.

    Como você disse à Tainan:
    “A gente se desconectou da natureza, vive uma vida corrida e mal tem tempo pra pensar em si. Invertemos nossos valores e nossas prioridades.”
    Infelizmente, a humanidade ainda não acordou para o desastre que tudo isso é para o corpo, mente, espírito e também para o planeta como um todo, considerando-se que nossas ações afetam não somente à nós mesmos, mas muitas pessoas que nunca faremos ideia.
    Um exemplo: construções, sejam públicas ou privadas. Muitas delas parecem cicatrizes ou feridas que permanecem nas cidades por séculos…

    Abraços,

    Curtir

    • Bruna disse:

      Oi Rosana! É muito interessante. Na verdade se observarmos a natureza aprenderemos muito sobre nós mesmos. Ela é a nossa grande mestra! Infelizmente, em grandes centros e com pouco contato, vamos nos distanciando cada vez mais de quem somos de verdade! 😦

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s