Mudanças de hábito

perspective-change

Mudar nossos hábitos não é uma tarefa simples, ou fácil, mas é absolutamente possível. O primeiro passo é o desejo de mudar alguma coisa. Essa tomada de consciência é meio caminho andado para promover quaisquer mudanças que você deseje. O segundo passo é ser constante… e é aí que encontramos um pouco mais de dificuldade.

O que temos que entender é que cada pessoa funciona de uma maneira, com um ritmo. Existem aquelas que fazem mudanças mais “radicais”, decidem mudar, mudam e pronto. E há aquelas que encontram certa resistência e que precisam implementar as mudanças que desejam de forma mais gradativa. Não há nada de errado nisso. Errado é forçar ser uma coisa que você não é e assim não conseguir atingir os resultados que você deseja.

Vou contar um pouquinho sobre duas mudanças que aconteceram na minha vida, uma de forma rápida, outra gradativa:

Eu sempre fui uma pessoa noturna. Não tinha problema algum em ficar acordada até tarde ou mesmo em passar a noite acordada seja na rua ou vendo filme/série. Depois que descobri ter hipotireoidismo, senti que meu ritmo mudou totalmente. Antes de medicar, sentia um cansaço gigantesco, só queria chegar em casa logo depois do trabalho e deitar e não fazer nada. Fui ao médico, fui diagnosticada, mas meu ritmo nunca mais voltou a ser o mesmo. Nisso, até pela falta de disposição em chegar do trabalho e ir me exercitar, resolvi trocar meu horário de exercício na academia para a manhã. Ia treinar por volta das 06:30 e fui vendo que esse horário estava funcionando bem pra mim: já exercitava, ia trabalhar, depois voltava pra casa e beleza e, é claro, dormia bem mais cedo do que antes.

Depois parei com os exercícios e resolvi passear com minhas cachorras de manhã, que é um horário tranquilo, não tinha movimento (gosto de ir com elas pra um lugar aqui perto de casa, que não tem casas, tem mato e uma represa pra elas correrem e brincarem), só que tive problema com elas correndo atrás de moto do pessoal que precisava passar por ali pra trabalhar. Aí resolvi ir um pouco mais cedo, umas 06:00, e hoje, pra vocês terem uma ideia, a gente vai as 05 da manhã, de segunda a segunda. Eu gosto de seguir o ritmo da natureza: acordar junto com os passarinhos e “sossegar” quando eles vão dormir. Acho que esse período de outono/inverno é ótimo pra isso!

Agora uma mudança “rápida” foi a minha decisão de parar de comer carne. Em 2014, depois de assistir a um programa que contava sobre o projeto Segunda Sem Carne, resolvi parar de comer carne e desde então nunca mais comi. Não sentia nem vontade.

Entenda o seu ritmo e respeite-o. Esse é um item essencial para que você consiga criar um novo hábito na sua vida.

Vá implementando pequenas mudanças na sua rotina. Elas irão te ajudar a chegar cada dia mais perto do seu objetivo.

Tente ser constante, fazer um pouquinho que seja daquilo que vá te aproximar da sua meta, e o mais importante: comece!

Comece agora, com o que você tem. As vezes ficamos esperando pelo momento perfeito, e o único momento perfeito que temos é exatamente esse em que estamos vivendo. É o AGORA!

Anúncios

6 comentários sobre “Mudanças de hábito

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s