Minimalismo é sobre prioridades

9bd804b49baf744bcfe00a3b38001cd650ee3a29-810x355.jpg

Desde 2013 que venho lendo mais e mais sobre minimalismo e vida simples! É tão legal quando você descobre um assunto que tem tudo a ver com as coisas que você acredita, né? Já comentei com vocês que o minimalismo surgiu como um movimento artístico e só depois acabou sendo direcionado para um estilo de vida. E já que leio muito sobre o assunto, já vi muitas maneiras de abordar o tema: quantidade x de roupas, de móveis, armário cápsula… Mas eu prefiro a ideia de compreender a essência do minimalismo e aplicá-la de acordo com a nossa realidade/necessidade.

O que eu realmente aprendi é que o minimalismo tem a ver com prioridades. A gente analisa nossa vida, reconhece as nossas prioridades – e “destralha” aquilo que não. Dessa forma vamos experimentando quaisquer possibilidades possíveis e fazendo as adaptações pertinentes à nossa rotina! Não é muito mais fácil pensar assim?

Por exemplo: hoje em dia, como não trabalho fora, não preciso usar roupas formais ou salto alto. O que fiz então? Me desfiz de tudo isso (deixe apenas uma ou outra peça para ocasiões em que se faça necessário o uso desse tipo de roupa) e agora redireciono minhas prioridades para um bom tênis, que é algo que uso com muita frequência no meu dia a dia. Outro exemplo: me locomovo praticamente 100% de bicicleta, então, preciso investir em cuidados com ela, já que é meu meio de transporte.

Acredito que compreender o minimalismo através dessa ótica facilita a aplicação das suas ideias no nosso dia a dia. É questão de sentar, analisar sua rotina e suas necessidades diárias e escolher o que você deseja priorizar e “descartar” o restante. Coloco entre aspas pois não quer dizer que você tenha que jogar fora alguma coisa… Isso tem mais a ver com redirecionar nossas energias para o que queremos. Mas podemos destralhar também doando (no caso de serem coisas materiais) para outras pessoas que possam fazer bom uso disso! É melhor ter menos e usar ao máximo o que a gente tem do que ter muito e deixar guardado para que os nossos armário “usem”.

Quando compreendi isso as coisas foram ficando, de fato, mais simples. Mas é um exercício diário, até porque a gente está sempre mudando, né?

Anúncios

7 comentários sobre “Minimalismo é sobre prioridades

  1. Stephanie Gomes disse:

    Muito bom e muito mais fácil entender o minimalismo dessa forma! Confesso que eu tinha um pouco de dificuldade com o minimalismo porque entendia simplesmente como “tenha pouco” e me sentia culpada por ter, sei lá, duas bolsas. Mas não é isso! A palavra é essa: prioridade! Colocar energia no que importa para dar espaço para o que realmente nos faz feliz 🙂

    Curtir

  2. Rosana - Simplicidade e Harmonia disse:

    Bruna,

    “O que eu realmente aprendi é que o minimalismo tem a ver com prioridades.”
    Gostei dessa frase, simples e direta.
    Você tem toda razão. Além disso, menos coisas = menos tempo gasto em organização de coisas não importantes = mais tempo para o que realmente importa.

    Abraços,

    Curtir

  3. Simplicidade e Harmonia disse:

    Bruna,

    “O que eu realmente aprendi é que o minimalismo tem a ver com prioridades.”
    Gostei dessa frase, simples e direta.
    Você tem toda razão. Além disso, menos coisas = menos tempo gasto em organização de coisas não importantes = mais tempo para o que realmente importa.

    Abraços,

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s